Compartilhe

Publicado em: 26 de setembro de 2020
Categorias: Notícias

O genocídio dos pobres é um projeto político

 
A falta de políticas públicas para a saúde destinadas especialmente às pessoas em situação em vulnerabilidade social e o discurso de negligência e descaso do Estado em relação aos riscos da COVID-19 apontam para um caminho: o genocídio do povo pobre é um projeto político de mortandade. Essa é uma das reflexões feitas pelas lideranças de movimentos sociais e organizações populares no terceiro episódio da série Travessia. 
As dirigentes e os dirigentes apontam o desrespeito dos governantes, especialmente em nível federal, que ao longo desse período de pandemia, receitaram inúmeras vezes medicamentos para combater o coronavírus que não tiveram eficácia comprovada, indo na contramão dos demais países e desvalorizando a ciência. Destacam, ainda, que o estímulo à crenças e fundamentalismos religiosos, que atribuem à Deus a proteção contra o vírus, têm colocado em risco a vida de milhares de pessoas, especialmente da classe trabalhadora.
Assista ao terceiro episódio:
https://youtu.be/YMhMyqMVU7E